Lupa Bandas de Brasília

Música Nacional: Conheça 10 artistas do Distrito Federal

Depois do Ceará e da nossa amada Bahia, chegou a vez de falar um pouco sobre os artistas do Distrito Federal. A série “Música Nacional” continua a todo vapor e fomos viajar um pouco mais pelo país para falar sobre esses cantores e bandas que estão chamando atenção do público pelas músicas e pela vibe.

Lupa

Conhecemos a banda Lupa no festival Buzina, em São Paulo, da Agência Pindorama. Os caras subiram no palco e fizeram boa parte do público sair do chão o show inteiro. A banda possui uma ótima presença e um público ávido pelas suas músicas. O primeiro álbum deles foi lançado no ano passado e é chamado de “Lupercália”. Disponível nas plataformas de streaming, ele é todo enraizado no rock e trouxe o single abaixo “Lunático”, com um dos clipes mais legais da banda.

A qualidade dos vídeos deles chama muita atenção e têm uma estética – principalmente o clipe de “Justo eu” – que  lembra algumas das produções do The 1975. Vale muito a pena conferir e ficar de olho na agenda deles pela sua cidade.

Tiju

Esse duo brasiliense é novo e, infelizmente, ainda não tem tanto visibilidade quanto merecia. A personalidade está tanto no visual, quanto nas composições que têm o samba, a MPB e o indie em sua raiz. Vitor Barbosa e Pedro Barbosa conseguem nos arrematar em cada letra e melodia. “Pássaros no chão” é uma das nossas preferidas e tem produção musical muito bem trabalhada com efeitos duplicados, paradas e tudo alinhado com a suavidade da voz do vocalista. Uma verdadeira obra.

Augusta

“Aguaceiro” foi a primeira música que escutamos deles. Acústica e só com as vozes como protagonistas, conseguimos enxergar o talento e a promessa de uma banda que ainda terá muito reconhecimento dentro e fora de sua cidade. A banda de Brasília é formada por Lucas Maranhão (voz e guitarra), Taís Cardoso (voz e violão), Gabriel Peres (bateria) e Davi Figueiredo (baixo) e possui apenas três faixas no Spotify, ou seja, estão no começo e começando já com o pé direito. Que venham mais trabalhos deles, estamos ansiosos para ouvir.

Distintos Filhos

Na estrada desde 2004, a banda de Taguatinga, começou uma nova fase em sua carreira com o single “Não Leve a Mal” em 2015. Logo depois vieram os álbuns “Distintos Filhos” em 2011 e “Exílio” no ano passado. Esse último conta com a participação de João Suplicy na música “Velho Eu” e de André Gonzales em “Bem Mais Feliz”. Um dos charmes da banda de rock é conseguir conciliar músicas mais pesadas e outras mais introspectivas sem perder a unidade.

Raquel Reis

Dizem que a questão chave de ser um artista é vender a sua própria verdade. E é nesse quesito que a Raquel Reis consegue nos arrebatar. As músicas marcadas pelo violão, se adentram no folk indie e nos entregam letras cheias de sinceridade e conseguimos facilmente enxergar a verdade dela e nos identificar. Raquel é acompanhada ainda por Gabriel Migão (Guitarra e Synths), Zé Assumpção (Baixo) e Marcos dos Santos (Bateria), e divulgou o álbum “Quitinete” no ano passado com 11 faixas.

Conheça mais dela.

 

Ellefante

Outra banda que conhecemos lá pelo Sofar Sounds, um dos nossos canais preferidos para conhecer novos artistas, foi a Ellefante. Formada por Fernando Vaz (vocalista e guitarrista), Adriano Pasqua (baixista) e João Dito (baterista), a banda possui um EP ao vivo lançado no ano passado em parceria com a Cobogó Sessions. Ficamos encantadas com a beleza sutil de cada composição e esperamos poder acompanhar muito mais do trabalho deles.

Fique de olho nas novidades dos caras.

Dona Cislene

Parceira dos nossos amigos de bandas de São Paulo, Dona Cislene já é figura conhecida entre o cenário independente e é impossível ter um site e nunca ter escutado o som deles. A banda formada por Bruno Alpino (Voz e Guitarra), Gui de Bem (Guitarra), Pedro Piauí (Baixo) e Paulo Sampaio (Bateria), já rodou várias cidades do Brasil com seu rock, já gravaram com Dinho Ouro Preto e vão tocar no próximo mês ao lado do Scalene.

Scalene

Falando em Scalene, a banda de Brasília vem chamando a atenção do Brasil nos últimos anos e já tocou em diversos festivais ao redor do país. O rock feito por Gustavo Bertoni (Guitarra e Vocal), Tomas Bertoni (Guitarra), Lucas Furtado (Baixo) e Philipe “Makako” (Bateria e vocal), com zelo, os levou para o SXSW (South by Southwest) e para a edição nacional do nosso querido Lollapalooza. O álbum “Magnetite”, lançado no meio do ano passado, despontou em 21 listas de melhores álbuns de 2017. Vale (muito) a pena conferir.

O Tarot

Uma banda para guardar com todo o carinho no coração e salvar as músicas dentro de uma playlist do Spotify. Eles possuem o EP “Zero” lançado em 2016, mas atualmente estão fazendo financiamento coletivo para conseguir gravar e lançar um novo álbum com 12 músicas. Então, se curtiu o trabalho deles, com toda essa vibe circense (e se não gostou também) dá aquela ajuda para esses artistas incríveis, nesse link.  É sempre bom incentivar a cultura nacional! <3 O álbum será lançado no mês que vem e o financiamento tem recompensas mara!

Trampa

Outra que está com o pé firme no rock, é a banda Trampa. Seguindo carreira há alguns anos, André Noblat (vocal), Rafael Maranhão (guitarra), Rodrigo Vegetal (guitarra), Pedrinho Cardoso (baixo) e Arnoldo Ravizzini (bateria), possuem três álbuns completos disponíveis no Spotify e recentemente lançaram o clipe da faixa “Guerra”. A música está presente no disco “¡Viva la Evolución!”, divulgado em 2016.

Acompanhe eles no Facebook.

 

Post Author: Bruna de Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *