Conheça os detalhes do Instituto Moreira Salles
Seja + Turista

Deixe o Instituto Moreira Salles Surpreender Você

Este é um ano culturalmente movimento para a Av. Paulista. No início dele, a Japan House foi inaugurada. Já no segundo semestre, foi a vez do IMS – Instituto Moreira Salles abrir as suas portas para a população, também de forma bem democrática, ou melhor, gratuita.

Agora, recém-inaugurado, muito se fala sobre a demora na construção do prédio, que levou 4 anos para ficar pronto. Todo esse tempo, no entanto, não parece ter feito mal ao projeto, que está tinindo, repleto de novidades.

Contemple a modernidade do prédio

Do térreo ao sétimo andar, essa é uma das primeiras impressões que ficam. A modernidade do Instituto Moreira Salles está por todas as partes, do chão ao teto, das cores aos pequenos detalhes, da arte contemporânea até a maneira de colocar tudo isso em exposição.

Logo na entrada, há painéis mostrando o que está acontecendo em cada uma das salas do IMS. Ao subir alguns lances, por uma escada rolante convencional, os vidros, os livros e uma arquitetura diferente, com toques sustentáveis, impressionam.

Nesse ponto do prédio, a sensação é de que o lugar realmente é inovador, diferente! Quando a escada acaba, o que era impressão se concretiza. Há uma abertura no prédio, que fica de frente para movimentada e queridinha Av. Paulista.

Admire o final da Av. Paulista do alto

Não há vidros, grades e nem telas nessa parte do prédio, que aparece logo ao término da escada rolante, formando uma espécie de janela que não se fecha. De lá, é possível contemplar toda a movimentação que se passa em um dos centros comerciais mais agitados e famosos de Sampa. 

A altura não é muita, isso é fato. Não dá para ver a Av. Paulista toda, nem a metade dela. Mas a vista já é suficiente para ver o tempo passar, o trânsito se intensificar, diminuir, e também para brincar de cinegrafista ou fotógrafo, pois o cenário que se tem, de típicas cidades grandes, merece um registro ao bom e velho estilo de cartão postal.

Conheça novas artes

Passadas a surpresa com a modernidade e com a vista, chega a hora de continuar descobrindo o que o novo prédio cultural da cidade reserva. Nos outros andares do Instituto Moreira Salles, a estrutura novamente chama atenção, mas ela não é a única.

As salas das exposições são bem espaçosas, o que permite uma disposição inusitada e muito atrativa das obras de artes, propondo caminhos aleatórios, à mercê da escolha do visitante. 

Porém, falar apenas do corpo do edifício seria um desperdício. Sua verdadeira alma está na sua arte, que é o verdadeiro propósito do IMS. Tudo que foi descrito até aqui é apenas uma capa para as diversas, inovadoras e talentosas obras lá apresentadas.

Saiba quais espaços há para curtir

Além das diversas opções de exposições, como The Clock, que o E.T.C. indicou como uma das sete atrações culturais para curtir em outubro de 2017, o IMS reserva diversos espaços com vários tipos de arte.

Lá, se pode curtir uma linda livraria, restaurante, café e até um cineteatro, feito para apresentar filmes, debates, seminários e eventos musicais.

Curiosidades sobre o Instituto Moreira Salles

1. De forma inovadora, o arquiteto Marcelo Henneberg Morettin levou a entrada do local para o quarto andar, onde também está a Praça IMS, voltada para o convívio.

2. Na livraria é possível encontrar diversos títulos e produtos do instituto ligados à fotografia, uma das áreas mais apoiadas pelo IMS.

3. No estado do Rio de Janeiro, o IMS está em uma casa que foi moradia da própria família Moreira Salles.

4. A iniciativa de criar um instituto cultural, sem fins lucrativos, veio do poderoso banqueiro Walther Moreira Salles.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quer conferir?

Conhecer o Instituto Moreira Salles é muito simples. Além de ter entrada gratuita, o prédio está bem localizado, na Av. Paulista, 2424 – São Paulo/SP. Vale lembrar que a estação Paulista do Metrô é a mais próxima do local, mas também é fácil chegar a partir da estação Consolação.

Quanto aos horários de visitação, o IMS fica aberto de terça a domingo, inclusive nos feriados, das 10h às 20h. Porém, nas quintas o fechamento acontece apenas às 22h, o que permite que os visitantes aproveitem o local um pouco mais.

Para conhecer outros lugares interessantes e gratuitos na cidade de São Paulo, confira a seção Seja + Turista e continue navegando pelo nosso site!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close