Trilha da Pedra Grande São Paulo
Seja + Turista

Trilha da Pedra Grande: Conheça o Terreno e a Vista

Considerando ida e volta, são mais de 9 quilômetros de trilha. Mas todo o esforço é compensado no topo da pedra, onde se vê São Paulo de um jeito sem igual

Aos aventureiros de plantão, é preciso avisar: a trilha da pedra grande é diferente! Embora esteja integrada à natureza, seu caminho é de asfalto. Embora tenha asfalto, requer esforço. E embora exija esforço, é possível e totalmente compensador percorrê-la! Afinal, quando acaba o caminho de ida, começa a admiração.

Mas antes de chegar ao ponto mais alto, onde a pedra grande está — e a cidade de São Paulo se estende, ao longe — é preciso encarar o percurso. Quem não está acostumado a fazer trilhas, ao subir a trilha da Pedra Grande, vai sofrer um pouco, vai achar que o caminho é longo e que as subidas são muitos íngremes.

De fato, é bem isso! Mas, se serve de estímulo, enquanto a equipe do E.T.C. descia a trilha, um cadeirante, com a ajuda de um homem, fazia o caminho contrário. Diante disso, mesmo com dificuldade alta, por que não fazer o mesmo?

4

Percurso da trilha da Pedra Grande

Caso decida conhecer esse incrível lugar de São Paulo, saiba que são 4,8 quilômetros de ida, mais 4,8 quilômetros de volta, o que totaliza 9,6 quilômetros repletos de subidas, descidas e, para aliviar, alguns lugares planos. Esses são poucos, mas já ajudam.

No terreno propriamente dito, além da inclinação, não há muitos desafios, já que ele é de asfalto, semelhante a qualquer rua onde circula carro. Inclusive, ao contrário do que se vê em trilhas que cortam a mata, a trilha da Pedra Grande é bem espaçosa, quase tão larga quanto uma rua.

Quanto ao que é visto no caminho, a natureza impera! No início, há algumas placas com informações, mas, depois de um tempo, tudo o que se vê ao redor é mata atlântica de planalto. Com isso, muitos pássaros e outros bichos são ouvidos. Algumas borboletas coloridas também sobrevoam a trilha, mas tudo é cercado por verde e até mesmo o céu se esconde um pouco, devido à copa das árvores.

5

Tudo isso, contribui com uma subida tranquila — há até alguns bancos quando a ladeira fica mais difícil — e até o clima no local é agradável, mesmo em dias muito quentes. Porém, durante todo o caminho não se vê nem um sinal da vista exuberante que se tem lá de cima. Toda a surpresa é guardada para o final, no topo da trilha da Pedra Grande.

São Paulo forma a vista da Pedra Grande

8

Toda trilha costuma ter sua recompensa. Neste caso, e neste quesito, a trilha da Pedra Grande não é diferente. No entanto, pode se dizer que o seu final é bem especial, até porque, não são muitos os lugares de onde se vê São Paulo do alto.

Se pode ir ao Terraço do MAC, ao Copan ou ao Edifício Martinelli, mas em nenhum desses lugares a vista é semelhante à que se tem do final da trilha da Pedra Grande. Aliás, lá em cima, a pedra funciona como um verdadeiro mirante, quase como se a natureza tivesse construído um palco. Um palco para nos ajudar a admirar São Paulo, mesmo que do alto, mesmo que de longe e mesmo que por alguns minutos.

2

Na pedra, aproveite para refletir, para valorizar o percurso feito, sentir o sol, deitar, tirar fotos ou simplesmente curtir a vista com quem estiver ao lado. Mas não se esqueça de conhecer também o Museu Casa de Pedra, que fica logo ao lado do mirante. Lá se vê a paisagem por um ângulo diferente e é possível aproveitar um pouco da vista abaixo de sombra.

Ficha técnica

Distância: 9,6 km (ida e volta)
Duração: 3 horas (nossa equipe levou 1 hora para subir e 40 minutos para descer)
Dificuldade: Alta
Trajeto: autoguiado e bem sinalizado (pode ser monitorado também, mas apenas de terça à sexta-feira, exceto em feriados)
Idade: não há restrições de idade, mas é preciso atenção redobrada com crianças, idosos e com pessoas com mobilidade reduzida.

Curiosidades da Pedra Grande

1. Além da trilha da Pedra Grande, que fica dentro do Parque Estadual da Cantareira, existem também diversas outras trilhas no parque, como a do Lago das Carpas, onde além de peixes é possível ver até cobras, junto aos bambus que existem no local.

2. De cima da Pedra Grande é possível ver alguns pontos de São Paulo, tais como: a Serra do Mar, parte de Guarulhos e o Pico do Jaraguá.

3. O museu da Pedra Grande está a 1.010 metros de altitude e a temperatura média anual no local é de 18.2°C.

Quer visitar?

Para ter acesso à trilha da Pedra Grande é preciso ir ao Parque Estadual da Cantareira, que está localizado na Rua do Horto, 1799, no Horto Florestal – São Paulo.

O horário de funcionamento do parque é das 8h às 17h. Porém, o acesso à trilha é interrompido às 16h. O ingresso ao parque e, consecutivamente, à Pedra Grande, é cobrado: R$ 13,00, por pessoa. Mas, menores de 12 anos e maiores 60 anos não pagam.

Caso queira vez outros lugares em São Paulo para visitar, continue navegando em nosso site e Seja + Turista!

11

2 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close